sábado, 10 de setembro de 2011

SSP - Faz a festa nos Coqueiros dos 20 Anos de Carreira



O show começou a ser animado pelo Dj Wall G com mix e scrashs de se tirar o chapéu que quem chegou mais cedo não deu conta do tempo a passar até a entrada dos SSP porque a animação era tanta que todos pulavam e gritavam constantemente e já se adivinhava um grande show…Dj Wall G misturou rap, um pouco de Kuduro e pop, todos curtiram e pediram bis de algumas misturas.
Chegada a hora dos anfitriões entrarem as mulheres entusiasmadas levaram um jajão de um magrito que foi trocar um equipamento e pensaram ser o Big Nelo. Os SSP abriram o espectáculo com música que é sucesso absoluto com participação do puto Chico aka Fabious, todo mundo pulou, abraçou, gritou e cantou com os SSP.

A banda contratada pra acompanhar os músicos também fez bem a sua parte, tantos os instrumentistas como os coristas estiveram a altura da actividade. Instrumentais bem tocados e coros muito bem feitos que parecia estarmos a ouvir os cds todos dos SSP nesses anos de carreira.
Dentre os vários sucessos, destaque pra’s musicas como Deus, Olhos Café, Amar sem ser amado, Reis da Noite, Etu Mwangola, Te quero, Lute pelo teu amor, Playa, Dime, Eu só quero te amar, tatica lirica, Tell me baby, Sim ou não, Abandalho, Punidores da Fofoca, Amiga, …aqueles Freestyle do Jeff Brown, assanhadisse do Paul G que não parou do principio ao fim, remexer do Kudy e os tocs de biling do Big Nelo, bateu bué, epá é muito sucesso que fez chegar em casa e escrever o texto pra publicar mesmo sem pics e vídeos só pra vocês poderem sentir só um coxe.
Durante o show os SSP mostraram não estar ainda velhos e deram muitos dos tocs antigos bem acompanhados e imitados por nós (Nigga Edi, Brizzo e X.D.Z), bailamos bué e demos bué de tocs do antigamente. Walter Ananás foi convidado a dar uns tocs e cantar uns segundos só pra recordar tempos áureos do despique entre SSP e N’Sexy Love nos anos 90.
Fundado na década de 1990, o grupo SSP, que contava inicialmente nas suas fileiras com Big Nelo, Paul G, Jeff Borwn e Kudy produziram os discos "99% de Amor", "Alfa" e "Odisseia". Com apenas Big Nelo e Jeff Brown, após as saídas de Paul G e Kudy, em 2000, os fãs tiveram em mão "Amor e Ódio" e "Momentos da Trajectória". Desde o seu surgimento, o grupo conquistou os prémios de Melhor Álbum e Melhor Grupo de Hip-Hop, em 1997, com o disco "99% de amor", pela Rádio Luanda, bem como melhor álbum e grupo de hip-hop/rap de Angola e Moçambique com "Odisseia" pela RTP/África. Ainda com este disco ganharam o prémio Vidisco, em 1999 e, com o álbum "Alfa", conquistaram os prémios de Melhor Disco, Grupo Hip-Hop/Rap e Melhor Marketing, em 2000. Em 2002 foram considerados Melhor Grupo de Música Moderna no Concurso Moda L


Fonte: www.hiphopangolano.blogspot.com





http://2.bp.blogspot.com/-Gu6e4pEUdVM/TmeCriM6ixI/AAAAAAAAGaw/ZD2naxBZfwc/s1600/Cover.jpg
Desenho por Arménio Miranda || Lettering by Gisele Machado

De tempos em tempos brotam do underground novos newcomers que são peças fundamentais numa nova geração de MC's que têm de manter o legado deixado pelos veteranos. Has-Lo conseguiu uma posição de destaque, com a sua brilhante estreia.

Este nativo de Filadélfia, é dono de um flow profundo e relaxado e as suas rimas são calculadas e precisas. Possui uma capacidade especial de contar histórias, criando um ambiente envolvente que leva o ouvinte a ficar preso na forma como ele vê e sente as coisas.

Remexendo nos seus arquivos empoeirados, Has-Lo encontrou algumas preciosidades, que encontraram um lugar muito especial em ''Illegally Yours''. São pequenos momentos importantes que podemos encontrar no seu interior... Sounds really, really good...

DOWNLOAD AQUI



Filled Under:

0 comentários:

Postar um comentário