quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Negro Em Foco - Huey Newton, Líder dos Panteras Negras

Huey Percy Newton (Oakland, 17 de fevereiro de 1942 – Oakland, 22 de agosto de 1989) foi um revolucionário norte-americano, co-fundador e líder inspirador dos Panteras Negras, uma organização política negra voltada para a luta pela igualdade racial nos Estados Unidos, fundada em 1966 na Califórnia.


Ainda estudante secundário em sua cidade natal, Newton se envolveu com a política, filiando-se à Organização Afro-Americana e foi uma figura principal em conseguir que o primeiro curso sobre história negra americana fosse incluído no currículo de sua escola, a Okland City College. Leitor de Che Guevara, Mao Zedong e Malcolm X entre outros pensadores de esquerda, Huey juntou-se ao colega Bobby Seale na fundação e organização do Partido Político de Legítima Defesa Panteras Negras em outubro de 1966, no qual ele assumiu as funções de “ministro da defesa” e Seale tornou-se o presidente.

A primeira iniciativa de Huey e Seale foi acabar com o abuso de poder cometido pela polícia branca contra os cidadãos da comunidade negra de Oakland. Estudante de Direito no colégio, Newton conhecia o Código Penal da Califórnia e seus artigos relativos ao uso de armas de fogo, e começou a persuadir os cidadãos negros da cidade a exercerem seu direito legal de portarem armas em público.

Membros dos Panteras Negras carregando rifles e revólveres passaram a patrulhar locais onde a polícia era acusada de cometer crimes de motivação racial contra a comunidade negra, de maneira a acabar com estes abusos de arma na mão, sendo fortemente apoiados pela comunidade negra. Além das patrulhas armadas, Newton cuidou do lado social, criando um programa de alimentação matinal diário para as crianças negras pobres da região antes delas irem para a escola.


Na madrugada de 28 de outubro de 1967, Newton foi parado em sua patrulha pelos bairros negros de Oakland pelo policial John Frey, que tentava desarmar e desencorajar a utilização dessas patrulhas. Com a chegada de seu parceiro de ronda Herbert Heanes, tiros foram disparados no local, com os três envolvidos caídos feridos no chão. Frey foi atingido por quatro tiros e morreu logo depois, enquanto Huey e o outro policial foram feridos. Levado ao hospital, versões testemunhais afirmaram que ele foi espancado no leito até ficar inconsciente por diversos policiais, mesmo ferido à bala.

Levado a julgamento pela morte de Frey, Huey Newton foi condenado por crime doloso, ‘sem intenção e realizado no calor de uma discussão’, e condenado a uma pena entre dois e quinze anos de cadeia. Em maio de 1970, foi libertado após a corte de apelação da Califórnia ter ordenado outro julgamento, seguido da retirada das acusações contra ele pela promotoria do Estado da Califórnia.

Formado em Direito pela Universidade da Califórnia em 1974, Newton foi acusado neste mesmo ano do assassinato de uma prostituta de dezessete anos, Kathleen Smith. Caçado pelo FBI – que durante os anos de apogeu dos Panteras foi sempre o grande inimigo da organização – ele fugiu para Cuba, onde passou três anos em exílio. Voltou aos EUA em 1977 para enfrentar as acusações, segundo ele porque o clima político no país havia mudado e ele agora acreditava ser possível ter um julgamento justo. Como as provas da acusação contra ele eram apenas circunstanciais, Huey foi absolvido do assassinato da adolescente.


Em 22 de agosto de 1989, Huey Newton foi assassinado a tiros em Oakland. A versão policial é de que ele teria sido morto por um traficante de drogas da área, com quem se envolvera durante os anos 80. Ele foi transformado em ícone da cultura negra americana e de rappers mais combativos, que o homenageiam em diversas músicas e consideram a sua morte o resultado de uma conspiração das autoridades contra seu ativismo, como Tupac Shakur e Dead Prez.

ANDREIA QUARESMA

WWW.BLACK-VIBE.BLOGSPOT.COM ll WWW.HOTMIXS.BLOGSPOT.COM ll WWW.TWITTER.COM/ANDREIAQ


quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Metamorfiko - MixTape Amor Álcool e Rap

Metamorfico, rapper da zona de Portimão, acaba de disponibilizar no seu Myspace a Mix Amor Álcool e Rap. Capa desenhada por MAG. Faz download.



DOWNLOAD HERE !!

www.myspace.com/metamorfiko




ANDREIA QUARESMA

WWW.BLACK-VIBE.BLOGSPOT.COM ll WWW.HOTMIXS.BLOGSPOT.COM ll WWW.TWITTER.COM/ANDREIAQ


MagFolio Entrevista o Rei da LS - NGA


Estive com o NGA e resolvi pegar na referência da Linha de Sintra e perguntar-lhe algumas curiosidades que eu tinha. NGA, meu bro obrigado pela a hospitalidade e disponibilidade estamos juntos e boa sorte para todos os teus e para todos os membros da Força Suprema, não se esqueçam comprem Mais quente que fogo vol.5!!

1. Hey, NGA obrigado pela tua disponibilidade meu amigo desta vez vamos começar pelo fim, vol.5 conta-me acerca dessa mixtape/álbum, em que fase da produção se encontra?

Eu é que agradeço o convite bro. O volume 5 já está a venda e até janeiro vai estar nas Lojas (Fnacs).

2. Tu tens construído um império no RAP que se pode quase invejar, de onde veio tanta vontade?

Não te sei dizer ao certo bro, só sei que cada dia que passa tó mais "apaixonado" por Rap. E com o tempo a passar tenho mais certeza que é isso que quero fazer até morrer, para maior parte desses rappers aí isso é só passa-tempo, pra mim é tudo, é a minha vida!

3. Como é que te sentes sendo um emcee, com um leque de mixtapes lançadas considerável?

Epá bro, eu depois de acabar uma mixtape, ou álbum, ja estou com a cabeça noutra cena. Tudo que ta na minha cabeça passo pro mic, e assim consigo "desabafar" sem perder o juizo. Por isso tenho tantas músicas.

4. Fala-me acerca da noticia que tem montado um peso enorme no teu (e no resto dos membros força suprema) nome, intitulada como “força suprema na prisão” nunca cheguei a entender essa noticia ou difamação…

O assunto ainda está em tribunal por isso não posso falar muito, mas posso dizer que é tudo mentira. Logo que o caso se resolva, eu vou dizer a mundo toda verdade.Toda!!! (Após fazer esta pergunta NGA deu-me o video que se segue que conta a verdade todos os membros da força suprema falaram exclusivo através da rede SAPO.)

5. Voltando à música, o teu projecto NGA VS KUTZ superou as tuas expectativas ou esperavas algo mais?

Não estava nada à espera do "buzz" e do sucesso da mixtape. Foi uma surpresa agradável, e já estamos a bulir no "round 2". Nga Vs Madkutz 2.

6. A tua dupla com o MadKutz nasceu porque?

Antes do kutz ser um "super productor" é uma "super pessoa", e a mix tape nasceu da química que temos como amigos e parceiros. Nasceu por causa do amor ao rap e o respeito mútuo.

7. Porque as caricaturas?

Eu não queria uma capa "típica", e como já tenho muitos trabalhos fora, queria experimentar algo diferente, falei com o meu tropa Chamiço e resto é história!!

8. Entras-te no projecto de Hip Hop feito em Portugal, (Dj Cruzfader – De Volta ao serviço), como avalias o projecto na totalidade?

Ta fat a cena,o meu som tem uns 3 anos, o Cruz demorou bue a por o som fora e eu pus à mais de um ano atrás na minha mixtape "Mais quente que fogo 4". ( AHAAHHA)

9. Vi no teu blog um vídeo onde estavas acompanhado e falavas de um projecto com o Sam The Kid, sabes acrescentar mais alguma coisa sobre esse projecto?

Não!! Hahahahaha. 2010 vou estragar as ruas bro.

10. O que podemos esperar para 2010?
Karga!! Muito NGA até os haters se matarem.

11. Se pudesses fazer um pódio de todos os projectos que saíram até hoje qual seria a ordem?
  • Primeiro lugar: Mais quente que fogo 5
  • Segundo lugar: Mais quente que fogo 4
  • Terceiro lugar: Impakto 3.
12. Tens acompanhado muito a nova escola, para ti à algum emcee que se destaque?

Sim claro, há muitos, mas prefiro não dizer nomes para não me esquecer de ninguem e ser injusto.

13. MAGFOLIO, aprovado?

Há dúvidas?? NAO!!

14. NGA, muito obrigado por te disponibilizares queres deixar um cumprimento whareva, algo mais pessoal não sei tens o tempo… de antena

Obrigado pela entrevista bro. Boas Festas pra todos,comprem o "Mais Quente Que Fogo 5".

contactos:
http://forcasuprema4life.blogspot.com/

Fonte

www.umclickso.blogspot.com

Visitem este site, vale mesmo a pena. Passo la todos os dias e tu tambem te vais viciar.
E Mag... és lindo pah!! lololol



ANDREIA QUARESMA

WWW.BLACK-VIBE.BLOGSPOT.COM ll WWW.HOTMIXS.BLOGSPOT.COM ll WWW.TWITTER.COM/ANDREIAQ


Coletânea R.O./Submundo Crew Vol.03


Coletânea R.O./Submundo Crew Vol.03
Ultima Do ano Rapaziada
Essa coletanea vem recheada de bons sons e varios lançamentos
Nessa Mano Taz disponibilizou uma faixa de seu novo cd entitulado " A Guerra não para"
O mesmo com os grupos "Face a Face" e "Ênfase-3" que liberarão as respectivas faixas
Herdei e Excluido
Renachong da Banka VMG em parceria com FFC Diretamente de "Bruxelas"
na musica 15 mil KM
Que mano tenho que deixar um comentario sobre Renachong
Que muleque foda mano
Na Faixa 10,BDC Bangoiano na musica Salve Pras Ultimas
Otimo Som Beat Muito Bem Produzido
Vocal Nervoso , Colagens e essa todos integrantes do grupo
Dan/Susto/Spin/Sujo
Erick Flow Man que aparece 2 vezes na coletanea
nas musica Bang Bang Na Zona Sul e Falador Passa MaL
Faça Bom Uso dessa coletânea e Repasse , Divulgue , Pirateie
Ouça e Valorize o Rap Nacional



01 - Testa Parte Erick Flow Man - Falador Passa Mal
02 - Ética Cristã - Tô Pra Somar
03 - Enfaze-3 - Excluido
04 - FGR Gangasta Rap - Jogo da vida
05 - Mudança de Postura - Na Terra de Ninguém
06 - PaladinoZ - Na Brisa
07 - Face a Face - Herdei
08 - Mano Taz - Resgate Pago
09 - Sujones Ft. Erick Flow Man - Bang-Bang Na Sul
10 - BDC Bangoiano - Salve Pras Ultimas
11 - P.DR-PSC X P.A. City
12 - FFC & Renachong - Operação 15 Mil KM

Download 4 Shared

Download Megauploud

Mais um Single da Mixtape Tapete Vermelho do Mc Matita




MC MATITA, SE ENCONTRA NA FASE FINAL DA GRAVAÇÃO DA MIXTAPE
TAPETE VERMELHO, A MIXTAPE SOFREU ALTERAÇÕES CONSOANTE AO
PROJECTO INICIAL...

A MIXTAPE TERÁ A PARTICIPAÇÃO DE XDZ, CMC, MQ SOLJA, REP BOY
E MUITO MAIS.

CONTARÁ COM INSTRUMENTAIS DE JAY-Z, DO ALBUM BLUEPRINT III
AKON, KANYE WEST, CRHIS BRONW E MUITO MAIS.

A MIXTAPE ESTÁ DISPONIVEL AO PUBLICO EM JANEIRO.

DISPONIBLIZEI 1 TRACKS PROMOS PRA VOSSA APRECIAÇÃO


DEIXO TAMBM O URL DA TRCK PRA FACILITAR A POSTAGEM.




CONTACTOS
agente
924216266
www.mcmatita.blogspot.com
http://twiter.com/mcmatita
placidomatita@hotmail.com

Novas Tracks de Sandocan e Raiva Download

O Tubarão Branco está de volta e com duas tracks novas. O álbum "O Renascimento do Tubarão", o segundo a solo de Sandocan, está a caminho e aqui fica mais um cheirinho do mesmo.

Links para download: Usaupload | Mediafire


Mais uma track do Raiva para as ruas, mesmo antes de fechar o ano. "Quero bottles" é o título da mesma, onde ele se faz acompanhar dos seus hommies Black Sam e Parrudo e falam de como eles "bebem"...

Links para download: Sharex


Fonte:
www.lusohiphop.blogspot.com




ANDREIA QUARESMA

WWW.BLACK-VIBE.BLOGSPOT.COM ll WWW.HOTMIXS.BLOGSPOT.COM ll WWW.TWITTER.COM/ANDREIAQ




Fotos de Kid Mc ll Cine Karl Marx 27 Dezembro de 2009

Red Bandanas Mixtape "Blood Bling"






MixTape com participações de vários mcs: Bkt, BG, Lil P, e produções de Dims, Meko, Young Cleo, entre outros. Faz download e curte.

DOWNLOAD HERE !!


www.lusoproduction.fr


ANDREIA QUARESMA





Mc Matita - Vou Invadir A Cidade ft XDZ - Download

MC MATITA, SE ENCONTRA NA FASE FINAL DA GRAVAÇÃO DA MIXTAPE TAPETE VERMELHO, A MIXTAPE SOFREU ALTERAÇÕES CONSOANTE AO PROJECTO INICIAL...

A MIXTAPE TERÁ A PARTICIPAÇÃO DE XDZ, CMC, MQ SOLJA, REP BOY E MUITO MAIS.CONTARÁ COM INSTRUMENTAIS DE JAY-Z, DO ALBUM BLUEPRINT III AKON, KANYE WEST, CRHIS BRONW E MUITO MAIS. A MIXTAPE ESTÁ DISPONIVEL AO PUBLICO EM JANEIRO.

FAZ DOWNLOAD DA MÚSICA 'VOU INVADIR A CIDADE FT XDZ' AQUI

Mr. OG - Faço Pela Minha Zona (Vídeo)


Novo vídeo de Mr OG, mc oriundo da famosa LS (Linha de Sintra), com participações de NGA, Yannick Tdm, Pina.G, Mr. Ogi, Martinho, D-Show e DaNike.

A faixa faz parte do álbum Primeiro Passo, de Mr OG, e podes fazer a tua encomenda enviando um email para big_bigfamily@hotmail.com, com o teu nome e morada.





www.myspace.com/mrogdc




ANDREIA QUARESMA





terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Sam The Kid - Pois É (Video) e Track Download


Sam The Kid juntou-se ao fadista, poeta e compositor Jorge Fernando para gravar a música 'Pois É', que faz parte do álbum 'Vida'. O fado e o rap juntam-se e o resultado é muito bom. Vê o vídeo oficial e faz download da track aqui. Mantenham o link ;)







WWW.BLACK-VIBE.BLOGSPOT.COM

WWW.HOTMIXS.BLOGSPOT.COM


WWW.TWITTER.COM/ANDREIAQ

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Duplo N - HipHop Em Chamas MixTape

10 Perguntas a Goobie - RnB Brasil


Goobie é um novo cantor de RnB Brasileiro que quer conquistar o seu espaço num país onde o RnB não é a musica tradicional. Sente-se orgulhoso do que já conseguiu e promete continuar em 2010, com o álbum BR-212.

Andreia - Conta-nos como começaste a tua carreira e quais ou quem foram as tuas influências.

Sempre tive um interesse especial por música, comecei a estudar instrumentos e canto perto dos meus 12 anos de idade. Mas foi aos 19 que considero minha iniciação como profissional, quando comecei a cantar nos clubs daqui de São Paulo. Por ser a década em que cresci, minha influência vem muito dos anos 90 - R. Kelly, Babyface, Blackstreet, gosto muito do R&B que ainda prioriza o lado harmônico. Costumo chamar meu som de "90's R&B in a 2K atmosphere".


Andreia - Como artista, o que trazes de novo à música e o que tens de especial para que as pessoas te oiçam?

Vejo a música como algo extremamente universal, então meu principal objetivo é representar o Brasil no Hip Hop e R&B - seja cantando em português ou inglês. Quero que as pessoas tenham a oportunidade de ouvir um R&B brasileiro que não deva nada pro norte-americano em questão de qualidade.


Andreia - Que tipo de temas costumas abordar nas letras das tuas músicas?

Costumo falar de relacionamentos, que é uma característica muito forte das canções de R&B - seja um relacionamento onde se tenha a intenção de levar para a vida toda ou uma fugaz conquista num club. Como compositor, faço sempre questão de trazer uma abordagem criativa, fugindo dos clichês e cheia de figuras de linguagem. Tento traduzir nas minhas letras um amor urbano, algo que surge nas ruas e é endereçado pras ruas.

Andreia - O que achas desta "guerra" entre música comercial vs underground? A tua música é comercial ou underground?

Sempre achei muito delicado qualquer tipo de definição acerca do comercial ou underground. Se você analisar de uma maneira literal, o comercial (pop) é aquilo que toca na rádio e na TV. Infelizmente, criou-se o hábito de associar o pop ao ruim, e não acho que as coisas funcionam bem assim. Prefiro que as pessoas ouçam e analisem meu som individualmente e tirem suas próprias conclusões.

Andreia - Como é uma actuação tua ao vivo?

Por cantar muito em clubs, sempre fiz apresentações com DJ, que soltava a batida e eu fazia a voz lead ao vivo. Não tenho intenção de abandonar esse formato, mas estou montando uma banda que me acompanhará em shows maiores. O que posso garantir é que, com DJ ou banda, minha missão sempre foi e será colocar todo mundo pra dançar!

Andreia - Vives somente da música ou tens outra profissão?

Vivo somente da música, mas curso paralelamente a faculdade de Propaganda & Marketing. É algo que me ajuda bastante na profissão, hoje os cantores devemos estar preparados também pro lado do business.

Andreia - Qual é aquela música que nunca pode faltar no teu mp3?

Half On A Baby, do R. Kelly.

Andreia - Neste momento quais são os teus principais obectivos a nível pessoal e profissional?

Estou completamente focado na minha carreira e no lançamento do meu disco, BR-212. Isso hoje está acima do pessoal e do profissional.

Andreia - Mesmo que não consigas ter sucesso na música, vais continuar a lutar até conseguir?

Pelo que consegui até hoje, já me sinto realizado. Sou de um país onde o R&B não é uma música tradicional e, mesmo assim, consegui coisas bastante significativas. Gravei uma música com o Ja Rule, que estará no meu disco, e fiz parte de mixtapes de grandes DJS dos EUA, como DJ Smallz e DJ Delz. Tenho algumas outras surpresas que só posso revelar com o lançamento do disco. Mas ainda quero muito mais!

Andreia - Deixa uma mensagem especial aos leitores do Black Vibe/Naçao HipHop.

Agradeço a oportunidade e espero que todos curtam meu som! Ah, e fiquem ligados que, no começo de 2010, o primeiro single do meu disco estará nas ruas. O nome da faixa é Bad Girl e traz a participação do rapper Riztocrat, da dupla SevenLox, de Guiné-Bissau. Um grande abraço a todos e um ótimo 2010!! ;-)

domingo, 27 de dezembro de 2009

Emicida "O samurai do Rap"

Emicida conversa com a reportagem do site da Rolling Stone Brasil
Foto: Janaina Castelo Branco/Divulgação
Emicida
Emicida
Sentado no banco de uma praça "onde a galera vem fumar maconha às 17h", nas proximidades da estação Tucuruvi do metrô de São Paulo, está Leandro Roque de Oliveira. Antes de começar a conversa, o rapaz - franzino, com barba semicerrada, entre o efeito talibã e o comercial de gilete - estica o dedo em direção a um lugar difícil de discernir no horizonte e fala: "Há três anos eu moro ali".

"Ali" é um "apartamento bacana" a algumas centenas de metros, com novo móvel ("tô marrento, mandei fazer, agora faço sob encomenda", diz sem a menor marra) para abrigar os cerca de 800 vinis da coleção. Oliveira vira o Homem Elástico ao alongar ainda mais o braço para informar que "antes morava láááá no Cachoeira, último bairro da Zona Norte".

Os 24 anos de Oliveira foram passados quase que integralmente na Zona Norte paulistana, láááá onde corredor polonês e corredor cultural podem virar sinônimos - isto é, se você esquecer de deixar o preconceito na chapelaria. Sem esse dado biográfico o filho de Dona Jacira, terceiro de cinco irmãos (duas meninas e dois meninos; uma irmã morreu), dificilmente seria o que é hoje. Um exterminador profissional. Alguém capaz de olhar bem nos olhos dos oponentes até os eliminar, um a um, com armas dignas de um arsenal espartano do rap: música e imaginação.

Oliveira é Emicida, ou E.M.I.C.I.D.A., sigla que inventou sobre o apelido dado pelos amigos, transformado em Enquanto Minha Imaginação Compuser Insanidades Domino a Arte. É claro que ninguém entra em uma batalha de MCs para perder. Mas esse tipo de confronto - basicamente, dois caras improvisam um rap, e o público decide quem "metralhou" quem - tem princípio bem diferente ao daqueles duelos que hoje cheiram a naftalina, quando dois marmanjos do século 19 resolviam suas diferenças na espada ou pistola. Emicida explica: "É uma atmosfera extremamente pesada, tensa pra caralho. Mas é uma parada para todo mundo se divertir. Faço pela brincadeira. Faço de coração".

Acontece que, ultimamente, ele precisa sair com cada vez mais frequência da região que lhe deu a manha para ganhar batalhas "na proporção de 10 [vitórias] para uma [derrota]". Emicida está virando grife. Nas boates da Zona Sul, manos e minas dividem fila com um tipo inexistente em 99% dos shows na periferia: o indie e sua indefectível "indumentária do rap", uma espécie de Sarah-Jessica-Parker-fase-M.I.A. para elas, Brandon-Flowers-encontra-Mano-Brown no caso deles. De quebradas "roots" a casas alternativas, o rapper faz shows (calcula de 12 a 16 por mês) lotados por todo o estado de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e outros cantos do país.

Emicida não põe muita fé neste papo de "trair o movimento". Pergunto o que ele responderia se Boninho lhe telefonasse pedindo uma música para a trilha do próximo Big Brother. "Na real, acho legal falar para cada vez mais pessoas", ele fala, e dá uma pausa dramática antes de completar o raciocínio. "Desde que elas entendam a música."

Continua: "É do caralho ter várias ideias para combater o racismo, o preconceito. O legal é isso, colocar pessoas diferentonas cantando no mesmo lugar". Mas isso faz dele o quê? Rap? Indie? Emicida sorri e, como se tivesse um anzol fisgado no canto da boca, abre sorriso largo e um pouco irônico, que lhe deixa com feições de um garoto que comprou sua primeira revista masculina e agora mostra o troféu para os coleguinhas de classe. "Sou é hype!"

O problema da crescente popularidade não é tanto o medo de virar réu no julgamento que atinge nove em dez artistas que ecoam além da periferia (trair o movimento, se vender ao sistema e outros biscoitos da sorte chineses sabor anti-elite). O que pega para Emicida é ter começado a "sair mais de táxi pra dar conta de tudo". Porque se tem uma coisa que Leandro Roque de Oliveira odeia é taxista. Quando é inevitável, só chama os que já conhece, "os gente boa". Detesta os olhares enviesados, "dos caras que são piores que polícia e sempre querem saber para onde você está indo, já te olham errado". Não é "noia": já processou, por exemplo, um taxista que o chamou de macaco.

Ele olha para a repórter e ri. "Se eu fosse lourinha de olhos azuis que nem você, só por um segundo, qualquer dia metia o cano num taxista desses", diz. O tom não é inflamado. Emicida prefere metralhar sem dedo no gatilho, numa viagem sonora com bases feitas por DJ Nyack, Slim Rimografia e Projeto Nave, entre outros "parceiros de sempre".

E, nesse sentido, Emicida é uma máquina de guerra. Costumava compor de duas a três músicas por dia. A produção baixou por causa da agenda cheia, mas ele compensa "parando na madrugada para fechar as ideias". Tanto material não escoa ralo abaixo. Ele já soltou uma mixtape nas ruas, Para Quem Já Mordeu Cachorro Por Comida, Até Que Eu Cheguei Longe. Pretende lançar uma nova até fevereiro e, quem sabe, outra no meio do ano. O preço deve continuar o mesmo: R$ 2.

"Tô fodendo com a economia", vangloria-se Emicida, entregando em seguida as coordenadas da guerrilha cultural involuntária. "Lá em casa tá cheio de nota de R$ 2, moeda de R$ 1, de R$ 0,50. A economia tá lá parando comigo."

Para batizar essa primeira mixtape - de onde vêm músicas como "Só Isso" e "Triunfo", algumas das que transitam bem fora do circuito rap - Emicida recuperou uma história dos tempos em que era o Leandro de seis anos. O pai tinha acabado de morrer, e a mãe foi trabalhar como empregada doméstica. "Um perreio de grana fudido", conta. "Minha irmã dividiu dois pães entre os quatro irmãos. E pobre, independentemente da miséria, sempre tem cachorro. É lei. Eu tinha uma cadela, a Afrodite, que abocanhou o meu. Fiquei maluco! Fui lá e mordi o bicho de volta."

Para quem já mordeu cachorro por comida, Emicida chegou longe. E não passou despercebido no meio do caminho. Em 2009, recebeu "umas quatro ligações importantes", ele calcula. A tecla SAP é: grandes gravadoras. Por ora, não quis saber delas. "Mas cuidado como você coloca aí, ou vão chegar e, 'olha lá, ligaram pro Emicida e agora o cara tá esnobando", ele pede relativização. "Esse pessoal às vezes é meio tenso nas viadagens."

É o gancho para entrarmos de novo no velho embate raízes vs. mainstream. "O problema é que o cara quer fazer um rap que não seria viável nem para mim, nem para ele, sabe? Meu lance é música, o dele é dinheiro", explica por que ainda não lançou um álbum, ao menos no sentido tradicional da coisa. "Enquanto não chegar alguém monstrão, que compreenda a proposta... Não vai rolar."

Quatro mandamentos e um freestyle
No antebraço esquerdo, Emicida tem uma tatuagem - um círculo com raio de mais ou menos 2 cm - com quatro mandamentos do código do samurai, que traduz a pedido da repórter:

1) "Nunca ser superado no meio do caminho"
2) "Ser um bom filho para seus pais"
3) "Ser de utilidade para a causa"
4) "Ter compaixão e usá-la para o bem da humanidade"

Emicida é um cara que valoriza raízes. "É importante dar moral para a miséria. Quando não se tem nada, é ela que está lá ao seu lado", filosofa.

Nessa mesma toada, sabe que o rap não nasceu por geração espontânea. "Gosto do jazz por causa do improviso. Aquela jam de batera, piano, baixo - eu piro", diz. "Isso me influenciou pra caralho na rima. Freestyle é o mais próximo que a cultura popular tem do jazz, que infelizmente virou uma parada de elite."

Grande poder traz grandes responsabilidades. Por um lado, Emicida sabe que está na reta da rapaziada. "Sinto mais perseguição, sim", diz, e pela primeira vez na tarde sua expressão é mais ambígua - não dá para sacar de cara se incomoda ou não ao caçador tanta gente passando a vê-lo como caça. "Tem música falando mal de mim. Mas o engraçado é que só as batalhas que perco é que não vão parar nos blogues."

Emicida sorri e deixa o corpo relaxar, deixando os braços desabar como dois fios de macarrão al dente, num ato inconsciente que transmite a mensagem de "é a vida, fazer o quê". "Sabe, o lance não é batalhar com os grandes nomes, é fazer com que queiram batalhar com você."

E então repórter e rapper saem andando pela vizinhança do Tucurivi, o primeiro mandamento dos samurais solto no ar: "Nunca ser superado no meio do caminho". 
 
By Rolling Stone

Video Download ( Rap Brasileiro ) - Kamau - Só ( Remix ) - HD [ ótima qualidade]



 
By Rapevolusom

DuQue - O Underground Está de Volta MixTape



2º Trabalho de DuQuE Mc "O Underground está de volta", produzido nos Dstudios. Esta Mox tras de volta às ruas uma imagem dos pensamentos deste Mc do Porto em 14 Faixas de boas Rimas. Faz download.



DOWNLOAD HERE !!

ANDREIA QUARESMA

WWW.BLACK-VIBE.BLOGSPOT.COM

WWW.HOTMIXS.BLOGSPOT.COM


WWW.TWITTER.COM/ANDREIAQ

sábado, 26 de dezembro de 2009

Manos Tuga - 'Liberdade' Download


O 1º single do album “Revolução” dos Manos Tuga - 'Liberdade' - com a Produção Jota P, já está ai e podes ouvir/fazer download AQUI

www.myspace.com/manostuga

ANDREIA QUARESMA

WWW.BLACK-VIBE.BLOGSPOT.COM

WWW.HOTMIXS.BLOGSPOT.COM



sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

MixTape VCK Vol. 1 Faz Download !!

Já está disponivel para download a MixTape VCK Vol. 1. Esta Mix junta vários mcs e djs de Norte a Sul, entre eles Chullage, Raptor, Kromo Di Ghetto, DaReal, Berna, Birro, Dj Guze (dos Dealema) e Dj Score. Apoia este grande projecto e faz download. Clica na capa.



Novo Som de Hernani da Silva - Faz Download

Albano Da Costa a.k.a Rold B



Albano Da Costa a.k.a Rold B, nascido aos 4 de janeiro de 1992,é um rapper e “mini” Graphic Designer Moçambicano que (Maputo) começa a reppar aos 15 anos na school com beat de carteira lol, mas com o objectivo de mostrar o que sabe,ser reconhecido,Valorizado e dar a sua contribuição para o Rap Moz a sua carreira musical inicia 1 ano depois quando muda-se para a escola Francisco Manyanga , participou em varias rap battles e quando um dos participantes Decio Zimba (DC) convida-lhe para se tornar membro do grupo Bloco Soldier (que actualmente não faz parte). . .conhecido pelo seu Rap simples,objectivo e Versatil, já fez alguns sons seus “Recordações Ft Fkay” e “Puxão de orelhas”, alguns Freestyles já se participou em mesmos sons com grandes nomes do Rap moz tais como: Hernani,Dice,K9,fkay,LayLow,Scooby Doo,Sweepa,Regulo,Teknik etc. .

DOWNLOAD SONS

Rold B - Recordações ft Fkay (Prod. By Krazzy Beatz (2008)

Hernani ft Rold B & Dice- Swagger Like Us (S.L.U Rmx(2008)

Cross Fader Apresenta Rold B & Swiss Boy - Freestyle(2008)

Rold B- Pioneiro da nova Era (Ransom Mixtape) (2009)

Rold B - puxao de Orelhas.MP3 (2009)


DJ dabo Ft k9,Dygo,Dice,Hernani,Rold b, ImpRO - Ninguem m abusa (Video Version)







ANDREIA QUARESMA

WWW.BLACK-VIBE.BLOGSPOT.COM

WWW.HOTMIXS.BLOGSPOT.COM


FacaMonstro Mixtape Vol. 6

Já está disponível para download a MixTape Facamonstro Vol. 6 com participações de Spaced Out, Ghuna X, Expião do Grupo Dealema entre outros. Faz Download.


DOWNLOAD HERE !!


Visita o myspace dos FacaMonstro e faz download de outras mixs.

www.myspace.com/facamonstro




ANDREIA QUARESMA

WWW.BLACK-VIBE.BLOGSPOT.COM

WWW.HOTMIXS.BLOGSPOT.COM






Exclusivo!! - AS2 ft Nel Assassin - 'Esboço' Download


O blog Black Vibe traz-vos mais uma música em primeira mão para download, de A.S2. Esboço ft Nel Assassin é o single do EP chamado "Isto Ainda Não é o Álbum!", que em Janeiro vai estar disponivel na net para download. O vídeo da música Esboço já foi gravado e começa a passar brevemente na Mtv Portugal.



DOWNLOAD HERE !!

www.myspace.com/as2

VÊ FOTOS DO MAKING OF DO VÍDEO ESBOÇO!!







ANDREIA QUARESMA

WWW.BLACK-VIBE.BLOGSPOT.COM

WWW.HOTMIXS.BLOGSPOT.COM



quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Maximus "Dito & Feito" (Download)

http://4.bp.blogspot.com/_V3PkQSeERmo/SzNWypx0cEI/AAAAAAAAAeI/UzHPy1c-Fhs/s400/Maximus_Dito_e_Feito.jpg


Já disponível para download o primeiro trabalho de Maximus, intitulado “Dito & Feito”!

Este MC vindo da Margem Sul – Miratejo – nasceu em Angola mas veio cedo para Portugal onde começou a apaixonar-se pelo RAP. Começou juntamente com mais dois amigos - Nucho e Luso – formando o grupo 3pla Aliança, mas já há uns anos que está “sozinho no barco”.

Para conhecerem melhor a sua música nada melhor do que ouvirem o seu trabalho.

DOWNLOAD GRATUITO:
http://maximus-ditoefeito.4shared.com


MadKutz




ANDREIA QUARESMA

WWW.BLACK-VIBE.BLOGSPOT.COM

WWW.HOTMIXS.BLOGSPOT.COM



Hip Hop Sou Eu Tv com God G